Comunicati Stampa

Iveco Valorizado
A Iveco é a única fabricante de caminhões que não apresentou desvalorização de seus usados em julho, de acordo com a última análise publicada da Agência AutoInforme. A tabela Molicar referente aos veículos do segmento de semileves, com peso bruto total até 3,5 toneladas foi a base de dados consultada pela agência. Em pouco mais de um ano, é a terceira pesquisa que coloca a Iveco como a marca que menos sofre desvalorização no preço de seus usados.
 

Anteriormente, duas pesquisas realizadas pela ASSOVESP/SINDIAUTO (Associação dos Revendedores de Veículos Automotores no Estado de São Paulo) apresentaram o mesmo resultado com os modelos pesados da marca.
 

“Essa nova pesquisa demonstra mais uma vez que estamos no caminho certo, oferecendo produtos ideais às necessidades de nossos clientes. Os veículos Iveco estão cada vez mais valorizados no mercado”, afirma Marcelo Bouhid, gerente de Marketing da Iveco Latin America.
 

O executivo acredita que o setor de transportes vem reconhecendo o robusto plano de expansão e consolidação da marca Iveco no Brasil. “É um reconhecimento do mercado ao intenso trabalho que temos efetuado para colocar nas ruas e estradas produtos modernos, com custo de manutenção reduzido, baixo consumo de combustível e equipados com itens que o consumidor realmente necessita”, completa Bouhid.
 
De acordo com a pesquisa, o preço dos veículos usados com peso bruto total até 3,5 toneladas apresentou queda de 0,42% em julho, período em que todas as marcas de caminhões apresentaram desvalorização. Somente a Iveco manteve-se estável.
 

Em média, o valor dos veículos usados quase sempre esteve em queda durante o ano de 2010. A única exceção foi no mês junho, quando houve uma leve alta de 0,12%. Foi apenas a segunda vez em 24 meses que esse índice sofreu variação positiva. Anteriormente a junho de 2010, a única alta havia sido no mês de agosto do ano passado.
 

Em 2009, os usados já haviam ficado 6,5% mais baratos, desvalorização que se soma aos 3,7% de queda de janeiro a julho de 2010.